Sistema para Gestão de Agências

Ninguém nasce um “líder nato”.

21 de julho de 2016 por André Traichel

Cotidiano, Gestão, SiGA

Saiba o que você precisa para criar um espírito de liderança.

Ninguém nasce um líder nato. Saiba o que você precisa para criar um espírito de liderança.

Muitos profissionais se sentem frustados por não possuírem habilidades e características de um líder ou por não terem nascido com o espírito de liderança intrínseco.

Mas o velho mito de que certas pessoas são “líderes natas” e que nasceram com essa característica, já caiu por terra há muito tempo.

Liderança se aprende. Liderança se desenvolve. É claro que nem todos serão líderes no seu ambiente de trabalho. Mas e o fato de que precisamos ser líderes de nós mesmos? Ter controle sobre nosso tempo, organizar processos mentais, lidar com a procrastinação. São habilidades que toda pessoa precisa desenvolver. E todas são características de um bom líder.

Também é preciso entender a diferença entre liderança e comando. Bons líderes não mandam. Não dão ordens. Comandar se relaciona com forças armadas, com patentes que devem ser respeitadas, sob o risco de sanções penais. Já falamos aqui no blog sobre como o Imperador Palpatine, de Star Wars, dava ordens e simplesmente virava as costas e acabou pagando caro por isso.

O mercado precisa de líderes que inspirem e busquem resultados, sem abrir mão do principal: as pessoas.

Veja algumas dicas de como desenvolver habilidades e características de um bom líder, dentro do seu ambiente de trabalho e demais áreas de sua vida.

 

CONHECE A TI MESMO E CRIE SEU ESPÍRITO DE LIDERANÇA.

A famosa frase, inscrita na área do pronau do Templo de Apolo, em Delfos, na Grécia, ainda é muito atual e necessária.

Um bom líder conhece, primeiramente, seus limites, seus pontos fracos e fortes. Sabe também reconhecer suas qualidades e defeitos. Faça uma auto análise, peça ajuda a pessoas próximas de você e veja quais pontos você mais precisa estimular em seu perfil de liderança.

Pergunte a si mesmo algumas dessas questões, que podem ajudar a determinar algumas dessas características:

  1. Eu me preocupo com opiniões e sentimentos dos outros?
  2. Eu ajudo outras pessoas atingirem o máximo de suas habilidades em alguma tarefa?
  3. Estou disposto a aceitar responsabilidades?
  4. Tenho coragem em propor novas ideias ou novas maneiras de fazer as coisas?
  5. Consigo comunicar ideias de modo efetivo?
  6. Consigo resolver problemas?
  7. Aceito e levo em consideração outras opiniões e pontos de vista?
  8. Eu me preocupo com problemas e assuntos relacionados à minha comunidade ou ambiente de trabalho?

Essas perguntas podem ajudar em sua avaliação. Escreva cada uma das respostas e analise os resultados. Você encontrará um perfil sobre si mesmo e poderá determinar quais pontos precisam ser melhorados, em direção a uma personalidade de liderança.

 

TENHA INTERESSE PELO SEU LOCAL DE TRABALHO.

Demonstre interesse sobre o local onde você trabalha. Conheça a empresa, entenda sua organização e procure estar por dentro do que acontece no seu dia a dia.

Essa característica fará com que você possa colaborar com críticas e propostas para melhorias de processos dentro da organização.

Como dissemos no post Atitudes óbvias – mas que poucos aplicam – para conseguir ótimos resultados na crise:


| Produtividade vem com organização. Entenda o fluxo de trabalho do seu negócio e organize-o.

Conhecendo sua empresa e seus processos, você pode sugerir o uso de plataformas como o SiGA, que oferecem soluções completas para organizar não só fluxos de trabalho, mas também mensurar resultados e compartilhá-los com gestores, clientes e colaboradores.

 

TENHA INTERESSE PELAS PESSOAS.

Procure conhecer as pessoas, entendê-las e aprenda a ouvir suas opiniões e aceitar suas diferenças.

Fale com os outros, mas aprenda a escutar. Quando você se interessa pelos outros percebe que as pessoas são muito diferentes entre si, mesmo estando envolvidas com o mesmo trabalho.

Cada pessoa tem um ritmo e uma forma de resolver problemas. Conhecendo as pessoas, você aprende a se comunicar de maneira efetiva com cada uma. E não só isso, você passa a se comunicar melhor de modo geral.

Falamos nesse post sobre formas de montar uma proposta comercial irrecusável, e um dos pontos foi: VÁ DIRETO AO PONTO. Uma boa comunicação é isso. Além do que, a chance de erros e falhas na execução de uma tarefa ou projeto diminuem consideravelmente.

 

SEJA HUMILDE. PEÇA E NÃO TEMA O FEEDBACK.

Aprenda a reconhecer seus limites e seus defeitos. Você vai errar e isso é inevitável. Aceite e reconheça seus erros e busque sempre ser um profissional melhor do que foi ontem.

Dizer “não” é extremamente necessário em certos momentos, assim como confiar que outras pessoas são mais capazes do que você para fazer atividades e funções que você, talvez, não seja tão bom. Reconheça isso. O fluxo de trabalho será mais fluido e muitos problemas serão evitados.

Não tenha medo em pedir feedback para seus colegas ou superiores. Muitas vezes, somente outras pessoas conseguem ver onde erramos ou acertamos e o que podemos fazer para evoluir.

 

ENCORAJE A CRIATIVIDADE E ELOGIE OS ACERTOS.

Muitos profissionais são motivados por resultados e reconhecimento. Diversas vezes, o reconhecimento não precisa ser um novo cargo ou um aumento.

Elogios ao longo do dia a dia e encorajamento em momentos de dificuldade criará um sentimento de confiança em toda a equipe.

Existem diversas outras características que formam um bom líder. Procure saber mais sobre esse assunto. Mesmo que você não ocupe um cargo de chefia, busque construir características de liderança em si mesmo e aplique-as ao seu trabalho.

Um ponto crucial, indispensável a todo líder, é a capacidade de organização. Se você se interessou por esse assunto, nesse post utilizamos Star Wars pra falar sobre as melhores práticas com relação a pessoas e como delegar tarefas, reconhecendo habilidades e limitações de cada um. 

Uma ótima forma de organizar a distribuição de tarefas e acompanhar a evolução e o desenvolvimento de trabalho de cada um dos colaboradores é com o SiGA. Nele, você tem acesso a relatórios e gráficos de produtividade, que podem colaborar no momento da divisão de tarefas. Conheça mais sobre o SiGA.

 

cta-trial-7-dias-gratis-siga