Novidades

O SiGA está constantemente em melhorias em busca da melhor ferramenta possível. Nesta seção você pode acompanhar todas as nossas atualizações e novas implementações no SiGA.

A gestão da sua agência de forma otimizada

Controle todas as etapas do seu negócio, de onde estiver.

House agency: as vantagens e desvantagens em abrir uma

Saiba mais sobre esse diferente conceito de agência de publicidade: a House agency. Falamos sobre sua função, para quem são indicadas e as vantagens e desvantagens em abrir uma.

House agency

É tema recorrente em grandes empresas, já há algum tempo, as house agencies. Agências in house (agências internas) são alternativas à publicidade tradicional. A ideia é cortar custos da publicidade, além de manter maior controle sobre peças e campanhas.

Mas abrir uma agência, que cuide da publicidade de um só negócio, pode não ser tão simples. Afinal, não estamos falando de um setor, mas de uma empresa dentro de uma empresa.

A seguir, apresentaremos o conceito de house agency. Explicaremos sua função e aplicação dentro da empresa, além de diferenças das agências tradicionais. Também mostraremos quais as vantagens e desvantagens de utilizar uma house agency. Assim, você poderá determinar qual a melhor opção para sua empresa. 

 

O que são House agencies

House agency é uma agência de publicidade que trabalha exclusivamente para uma empresa. O mais comum é estar fisicamente dentro das dependências desta empresa.

House agencies servem para grandes empresas controlarem melhor toda sua comunicação interna e externa. Além disso, são uma opção quando empresas procuram cortar custos em publicidade e marketing.

Uma house agency precisa ser estruturalmente semelhante a uma agência tradicional. Deve contar com setores de atendimento, criação, mídia etc. Assim, poderá entregar um resultado semelhante às suas concorrentes externas.

 

Para que serve uma House agency

House agencies servem para integrar a comunicação com o marketing, vendas e o comercial. Assim, seu objetivo principal é integrar comunicação a conceitos, valores e missão da empresa.

Essa agência é responsável pela estratégia de comunicação da empresa à qual está subordinada. Deve alinhar toda campanha ao perfil de seu único cliente, sua criadora e mantenedora. 

 

Qual a diferença entre uma agência tradicional e uma House

Agências tradicionais tem mais experiência. Isso precisa ficar muito claro. House agencies procuram bons profissionais, mas com custo/benefício mais baixo. Já agências tradicionais precisam investir em combustível criativo. Precisam de profissionais versáteis, com habilidade para lidar com diversos clientes diferentes e específicos.

Em uma house, briefings passam por um caminho menor até a criação, já que está próxima de outros setores. Assim, equívocos no entendimento se reduzem e, consequentemente, retrabalhos também.

Por outro lado, a cobrança de uma house é maior, dado sua proximidade com seus superiores. Dessa maneira, a qualidade do que se apresenta tende a baixar e o número de jobs, aumentar.

Deve-se levar em consideração que uma house significa a abertura de uma nova empresa. Encargos fiscais incidem sobre ela, da mesma forma que em uma agência tradicional. Em uma house, são comuns períodos de ociosidade da equipe, com baixo volume de trabalho. Isso significa um alto gasto com a manutenção de colaboradores subutilizados.

A abertura de uma house agency deve ser muito bem estruturada. Muitas vezes, a economia é baixa, se comparada a uma agência tradicional. Resumindo, uma house agency tem suas vantagens e desvantagens. Como dissemos, adotar essa prática requer amplo planejamento e um projeto estruturado.

 

Vantagens

  • A proximidade física entre agência e “cliente” reduz ruídos de comunicação.
  • Briefings específicos e fáceis de serem interpretados, já que a equipe trabalha unicamente para um cliente.
  • Economia de tempo com retrabalhos ou com a divisão da agência com outros clientes.
  • Maior acompanhamento e controle do cliente sobre o trabalho da house.
  • Conhecimento completo do cliente, sua missão, valores e conceitos.

Desvantagens

  • Baixa variedade de profissionais específicos em outras áreas, já que é preciso economizar em pessoal.
  • Trabalho mais engessado. Nível de criatividade mais baixo, pois o trabalho da equipe é focado em um único cliente.
  • Abertura de uma nova empresa dentro da própria empresa. Incidência de novos impostos.
  • Maior número de jobs e menor qualidade na entrega dos mesmos.
  • Baixa demanda de trabalho em alguns momentos do ano, gerando gastos desnecessários com estrutura e pessoal.

 


 

Agências precisam de uma gestão competente, não importa seu modelo ou onde funcione. Seja para um cliente, ou diversos clientes com necessidades de publicidade tradicional e digital, um sistema de gestão é um ótimo investimento.

Com ele, você tem uma visão clara do funcionamento da agência. Controla horas gastas em jobs específicos ou campanhas. Mantém o controle financeiro, de mídia e produção. Além disso, permite gerar relatórios que justifiquem – ou não – seu modelo de atuação para a empresa.

Quer descobrir qual a necessidade de sua agência? Quer saber se ela realmente precisa de um software de gestão específico. Faça nosso teste e descubra!

Quiz

Publicado em 10 de novembro de 2016 | Categorias: Cotidiano, Publicidade

Receba os artigos no seu email
 Faça o Quiz e descubra!